Estimados Corações: Como Superar Perdas, Traumas, Solucionar Problemas e Melhorar a Autoestima

+ mais detalhes
R$ 39,00 Sob Encomenda: No momento não temos o produto disponível em nosso estoque.
Avise-me Produto esgotado no momento. Quer ser avisado?

  Descrição do Produto

Estimados corações Como superar perdas, traumas, solucionar problemas e melhorar a autoestima A habilidade acumulada pela experiência do psiquiatra Tito Paes de Barros Neto e da psicóloga Cristiane Maluhy Gebara em lidar com perdas, frustrações e angústias trazidas pelo cotidiano da convivência traduziu-se no texto deste lançamento Estimados corações, trazendo pontos de reflexão e ajuda para as dificuldades nos relacionamentos interpessoais e em outros problemas. Com este livro, é possibilidade além de ajuda, sentir o coração aquecido e acalentado. "O sofrimento é intrínseco ao ser humano, que sofre por motivos diversos ou universais, como a morte de uma pessoa querida, por exemplo. Nessas situações, sentimentos e emoções, como tristeza e choro, costumam se manifestar, embora outros sentimentos também possam estar presentes, como raiva, de um lado, e apatia, de outro. O que determina as diferenças no sentir de cada um é algo que pode ser explicado sob vários pontos de vista, entre eles o genético. Um exemplo em que a genética tem importância fundamental se dá em certos transtornos psíquicos, como no transtorno de pânico, em algumas fobias e no transtorno bipolar". Tito Paes de Barros Neto e Cristiane Maluhy Gebara são autor e coautora, respectivamente, do capítulo "Fobia social", do livro Clínica psiquiátrica, Editora Manole, ganhador do Prêmio Jabuti, na categoria Ciências da Saúde, em 2012. Cristiane é também idealizadora do Programa Realidade Virtual para tratar Fobia Social (RVFS), 2012.

  Atributos

Peso:
0.200
Largura:
14.000
Profundidade:
21.000
Peso Cúbico:
0.200
Origem:
NACIONAL
Autor:
Tito Paes de Barros Neto
ISBN13:
9788579000683
Editora:
SEGMENTO FARMA
Número Paginas:
148
Ano Edição:
2014
Número Edição:
1
Encadernacao:
Brochura
PoD:
Não